sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Dicas e Roteiro de 4 dias na Islândia: Terra de gelo e fogo!

Se tem um lugar que eu jamais imaginei ir na vida, ou que sequer existia, é a Islândia. Mas então, quando cheguei na Inglaterra, tive dois amigos que foram para lá, e então foi quando descobri esse pedaço de mistério, paisagens maravilhosas e de muita história. Conhecida como Terra de Gelo e Fogo, tem esse nome pela quantidade de vulcões e geleiras que domina essas terras.
A capital da Islândia, Reykjavik, com aproximadamente 120.000 habitantes, está entre as capitais mais ao norte do mundo. Sem arranha-céus, ou grandes monumentos, a capital se destaca pelas casinhas de telhado e paredes coloridas, e pela famosa Igreja Viking. Aqui, a língua é o Islandês, e Deus que me livre se o Inglês não fosse uma língua universal, porque essa aí eu não dou conta não! hahaha
Nosso passeio até a Islândia foi todo organizado pela companhia de turismo Iceland Guest, e fechamos tudo através do website deles. Fechamos o pacote "Aurora Adventure", que passava pelas principais regiões do lado Oeste da Ilha, o famoso Cìrculo de Ouro (Golden Circle). O passeio no geral foi maravilhoso! A Companhia super bem organizada não deixou a desejar em nenhum ponto. Não fizemos nenhum turismo "radical" por lá, até porque era muito mais caro. Ah, e Islândia foi o lugar mais caro que já fui até hoje. Consegue ser quase o dobro do preço de Londres. 


Nessa viagem, minhas companheiras foi a Lú (de todas as horas) e a Lessanie, que conheci desde quando começamos o processo do Ciências Sem Fronteiras, mas nunca tínhamos nos encontrado! E então combinamos a viagem juntas! haha Foi um prazer imenso! Nosso hotel (que também estava incluso no tour), era MARAVILHOSO! Quase morremos quando vimos que tinha cozinha dentro do quarto, uma BANHEIRA HIDROMASSAGEM, televisão, tudo LINDO! hahaha

Nosso primeiro dia de tour ficou em Reykjavik, na capital, para conhecermos um pouquinho mais sobre a cidade. E foi maravilhoso! 
 Era uma mescla de Moderno com Antigo dava um charme!
 As típicas casas para aguentar MUITA HUMIDADE e MUITA NEVE.


Passamos até pela casa do Presidente, que aqui, não tem segurança, muros, nada! A única coisa que pedem é "Respeite a privacidade" e não ultrapasse os limites da casa! :) Imagina a casa da Dilma assim? Coitada! haha

  E essa é a vista que o Sr. Presidente tem da casa dele!
Ah, e claro, não podia deixar de lado a Igreja MAIS DA HORA QUE JÁ VI! A Igreja de Hallgrímur é uma igreja Luterana, inaugurada em 1986, e é a maior igreja na Islândia. Além de ser um dos pontos turísticos principais, claro. :)

O Sólfar, ou Sun Voyager, é uma escultura que está em Reykjavik, a beira-mar, criada por Jón Gunnar. É uma homenagem ao sol, que contém em si a promessa de território desconhecido, um sonho de esperança, progresso e liberdade.

Naquela noite, o tempo estava chuvoso, e não pudemos ir "Caçar a Aurora Boreal", como dizem. Na verdade, acho que a Aurora Boreal é um dos fenômenos naturais mais lindos do MUNDO, que enche as noites escuras de cores no céu, e é por esse motivo que atrai tanto turista na Islândia, por ser um lugar muito comum de ver. Porééééémmmmmmmmmmm...... Nós não vimos! :( E então, fomos comer a tradicional SOPA NO PÃO que eles fazem! DELICIOSA!



Continuando... (to ainda tentando aceitar o drama). hahaha. Nosso segundo dia de tour foi Sensacional! Fomos visitar o famoso Cìrculo de Ouro.


Fomos primeiro até o "þingvellir national park", que é MARAVILHOSO! Fiquei espantada com a paisagem. Lá nesse parque há o encontro de duas placas tectônicas, Eurásia e a América.
 Þingvellir significa "Campos do Parlamento", onde o parlamento islandês primeiramente se reuniu, no ano 930.



Em seguida, fomos visitar a Cachoeira Gullfoss. É a cachoeira mais conhecida e visitada da Islândia, tão elegante quanto enorme. Gullfoss significa "Cachoeira de Ouro", a provável origem do nome “Círculo de Ouro”. 



Geysir refere-se a uma área em geral e também a um Geysir específico, nomeado e descoberto em 1294, que no passado, entrava em erupção a uma altura de até 80 metros. Esse atualmente encontra-se inativo, mas ao lado dele tem um menor, que também tem erupções altíssimas, a cada 8 minutos aproximadamente! O problema é, que eu fiquei tão emocionada em filmar a erupção que esqueci de tirar foto dela. Portanto, vai o vídeo mesmo dessa maravilha!!!!

No caminho, passamos por essa casinha FO-FA! Deve ser super quentinha com essa camada de "grama" protegendo! haha. E então, fomos para a última cachoeira do dia, que eu não lembro o nome! :*
E ENTÃO, algo mágico aconteceu! Eu tava dormindo no ônibus, porque estávamos indo para nosso destino final, visitar uma usina geotermal. MAS, quando eu acordei que estava quase chegando, eu vi BANCOS DE NEVE POR TODA A PARTEEEEE! Porque tinha nevado lá na semana anterior. Quase morri! O ônibus parou para irmos na Usina, e eu, a Lu e a Le saímos correndo na direção oposta para aquele monte de neve! E foi minha primeira vez que vi neve! haha :') E claro que rolou guerrinha de bolas de neve, e um boneco! <3



No dia 3 do tour, fomos visitar uma Geleira, ou Glacier! Sim, Gelo por toda a parte, e a galera maior escalando! É uma das menores geleiras da Islândia, e cobre 100km² de extensão!

 E JESUS AMADO, TAVA MUITO FRIO!
De lá, fomos visitar a Praia de areia preta, a Black Sand Beach, famosa também por ter sido local e filmagem de Noé (filme estrelado por Emma Watson).
 Colunas de rochas hexagonais, também resultado do vulcão! :)

Olha o que um vulcão faz com uma montanha! hahaha 

Continuamos nosso passeio até um MUSEU, na foto abaixo, que contava muito sobre a história do povo Islandês, e as dificuldades emfrentadas no passado, como ir pescar, para garantir o sustento das famílias, naquele mar de aproximadamente 1ºC. Isso tudo, porque o inverno rigoroso não permite agricultura. Gente, como conseguiam?

A Próxima cachoeira, e a mais linda, foi a Skógafoss! Eu amei! Se tivesse sol, todas elas teriam um arco-íris gigante ao redor! Mas estava nublado hoje, então não vimos.


E abaixo, a cachoeira Seljalandsfoss, que é possível passar por trás dela! Mas estava escurecendo rápido, e fomos lá tirar foto rapidinho e voltamos! :p


E é claro, que no 4º e último dia de tour, tivemos um dia DE PRINCESA! hahaha. Fomos para a famosa BLUE LAGOON, ou Lagoa Azul, que é um SPA Geotermal maravilhoso! Primeiro, eu nunca imaginei ir a um SPA. Segundo, num SPA na ISLÂNDIA! haha 
Bom, além de quentinha, deliciosa e linda, a água ainda faz bem pra pele. A Água Geotermal se origina a 2000 metros abaixo da terra, e ao vir para a superfície traz Sílica e outros minerais. Por conta disso, a água tem uma cor esbranquiçada, igual leite, mas a Sílica refletida no sol fica azul! 




Passamos argila na cara inteira. Porque diziam que era ÓTIMO PRA PELE. Aí, tiramos fotos, demos risada, e a argila lá. Depois de 1 hora, encontramos uma brasileira super gente fina, e comentamos, nossa, essa argila tá coçando, e ela falou, ai, é verdade. Assim que der 10 minuto vocês já tiram, que nem fala nas intruções lá. Aí eu e a Luiza: OI? 10 MINUTOS??????? E aí começamos a lavar tudo a cara desesperadas! Porque vai que ao invés de ficar linda, ficasse tudo enrugado? Eu hein! 
 E DO LADO DE FORA........... 2ºC. O difícil foi sair da água e ir para os vestiários se trocar! haha

GA$TO$
Foi a viagem mais cara que fizemos. O custo de vida lá é um dos mais altos do mundo. Já sabíamos disso e por tanto, juntamos bastante dinheiro para comprar nosso pacote da viagem. A moeda lá é a Coroa Islandesa, ISK, e a conversão está em torno de: 1BRL = 46,53ISK, em dezembro/2014. E aqui vai uma ideia dos nossos gastos:

VÔO: £97 ida e volta.

TOUR: £375 para 5 dias.

SOPA NO PÃO: ISK1500.
COPINHO DE SHOT: ISK790


E finalmente, nosso passeio acabou. Me surpreendi muito com tudo o que vi, porque é muito diferente de qualquer coisa que eu iria ver no Brasil. Clima completamente louco, FRIOOO, MUITO FRIO, e por aí vai. Mas, é claro, faltou o PRINCIPAL. O motivo de fazer nós chorarmos no último dia. A Aurora Boreal. E para finalizar, fica uma foto da nossa última tentativa de ver a Aurora, num lugar maravilhoso, com o céu limpíssimo, mas ela resolveu falar: Não, vocês vão ter que voltar mais uma vez para a Islândia!!! haha Quem sabe um dia?

Beijinhos e até o próximo post! :*


terça-feira, 3 de março de 2015

Rússia - A Incrível Moscow

É incrível você ver de pertinho coisas que antes era uma ilusão, um sonho que nem sabia que seria possível. Eu jamais imaginaria na vida um dia pisar na Rússia! Paris, Londres, Itália, eu tinha um sonho, imaginava que um dia isso poderia acontecer... Mas Rússia? haha! E exatamente por isso, a ansiedade foi maior ainda! Fomos em Novembro, final do Outono, e já estava começando o frio de lá. Portanto, fomos muito bem preparados. Roupa de neve, térmicas, botas de neve (E não pegamos neve hehe), luvas, cachecóis, e tudo isso numa malinha de mão que cabia na ryanair. Missão impossível, mas conquistada.

Chegamos em Moscow (Ou Moscou) e saímos para dar um passeio rápido, e, embora já escurecesse as 4 da tarde, tudo estava lindo a noite também! Visitamos a Catedral de São Basílio, o cartão postal mais famoso da cidade!
"A multicolorida e alegórica igreja ortodoxa cristã fica no coração da cidade, na Praça Vermelha, junto aos muros do Krêmlin. Construído sob ordens de Ivan, o Terrível, após sua vitória na batalha de Kazhan, esta é provavelmente a imagem mais conhecida da Rússia no exterior. 
Seus domos coloridos encimam pequenas capelas, sendo uma representação da Cidade de Deus revelada a São João, o Divino. Com claras influências bizantinas, o projeto de Posnik Yakolev foi concluído em 1561. Uma das lendas mais resistentes ligadas a São Basílio é que o czar, satisfeitíssimo com o trabalho final, mandou cegar o arquiteto para que ele nunca mais pudesse construir algo semelhante." (ViajeAqui.abril) Embora esta seja a mais famosas, há milhares de igrejas como esta espalhadas por Moscow.

Visitamos também a galeria de arte que fica na praça vermelha, pois estava aberta. Um Luxo! E tudo decorado para celebrar o natal que estava por vir.




E então, resolvemos passar em frente ao Teatro Bolshoi, um edifício histórico da Rússica construído para abrigar apresentações de Ballet e Ópera. É sede da Academia de Ballet Bolshoi e uma das mais famosas e prestigiadas companhias de Ballet do mundo!
A intenção era apenas passar em frente para conhecer o teatro, mas, o que não esperávamos era que teria cambistas vendendo ticket para a peça do dia, uma apresentação da Academia de Ballet Bolshoi. Quase morremos de ansiedade. O teatro já tinha começado, mas, como é super difícil conseguir comprar online, fomos aquela hora mesmo. DETALHE: Com a roupa que tínhamos vindo de Londres e dormido no aeroporto. Maravilhosa. Moleton, no Ballet mais famoso do mundo. hahaha. E eu liguei? Jamais! Fomos assistir como se fôssemos tão ricos e importantes quanto qualquer um la dentro! kkk A Lú ainda tava "A la Francesa" com essa boininha, mas o resto de nós....

O Marlene sem comentários. A mesma blusa que usava todos os dias na Unesp pra ir pra facul, hehe. E Eu? Uma blusa térmica horrível que tentei camuflar com o lenço. E ao nosso lado pessoas de vestido longo, roupas chiquérrimas, tomando champagne. :p

 Mas a verdade é uma só. Assistimos igual a todo mundo, aquela apresentação que foi a coisa mais linda. DETALHE: Tinha uma Orquestra tocando as músicas da apresentação. Tem noção disso? :o Ameeeiiii!!!! haha

No dia seguinte, saímos com um grupo de Walking tour para conhecer um pouquinho mais sobre a cidade. Foi fantástico. O ponto de encontro foi nesse monumento desses dois homens, responsáveis por criar o alfabeto Russo.

Essa igreja abaixo pertenceu a família Romanov, uma igreja própria, construída para os pecados serem perdoados, e separado da sociedade.

Novamente, a Catedral de Sâo Basílio, a mais linda de todas!
Ela fica localizada na Red Square, ou Praça Vermelha, conhecida pelos desfiles militares soviéticos durante a era da União Soviética. 
É nela que fica situado também o Kremlin, uma fortaleza muito bem protegida por muros altíssimos onde abriga a sede do governo russo, esse prédio abaixo com uma bandeira estiada. Diz-se que quando a bandeira está estiada, o presidente esta presente. Do contrário, não. Porém, nossa guia falou que não acredita muito nessa história, porque enquanto semana passada a bandeira estava estiada, o presidente apareceu em fotos na praia na Austrália. haha

Mesmo sendo muito protegido, é permitido visitação no interior dessa Fortaleza. Fomos lá conhecer, e é deslumbrante! Abaixo, o portão de entrada para a Fortaleza.
 O prédio abaixo abriga as muitas jóias e riquezas da Rússia, mas não visitamos o interior.

 Só dentro dessa fortaleza tem mais 3 igrejas!

 E a gale responsável por fazer essa viagem ficar mil vezes mais sensacional! E por esse SOL lindo dava pra pensar que até estava uma temperatura agradável né? Mas só que não! Pegamos uma temperatura de -11ºC!!! Haja roupa por cima de roupa!

Fora do Kremlin, na Praça Vermelha há mais monumentos históricos, como esta Catedral maravilhosa que tem um nome muito grande, resumido em: "Cathedral of The Roman Catholic Church of The Immaculate Conception of The Blessed Virgin Mary". 
Mais uma igreja, linda por sinal...
E é claro, o Mausoléu de Lenim, onde está guardado e exposto o corpo do líder fundador da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. O mausoléu é composto das cores vermelha e preta, representando o sangue e o luto, respectivamente. O local é constantemente vigiado pelo batalhão presidencial, porém aberto para visitações.
E fora da Red Square tem muita coisa para fazer também! Só de andar por essa cidade tão histórica, tudo é motivo de fotos! haha

Igreja de Cristo, o Salvador. Uma das mais lindas que já vi, principalmente por causa do seu interior. Toda pintada em tons de dourado, mas não podia tirar fotos. :( 


Fontes de água que na verdade são fábulas...
Mais algum prédio importante! haha

Ah, e não posso esquecer de mencionar o sistema de Metrô da Rússia. Outra atração turística da cidade, o metrô tem 185 estações, 12 linhas e 306km de extensão. É considerado o maior do mundo por densidade de passageiro. Porém, o que realmente chama atenção, é a beleza das estações, construídas cada uma para contar um pouquinho de história diferente! Diz-se que que além dos operários, mais de 500 mil homens trabalharam voluntariamente pra construir essa obra prima! <3




Não podíamos deixar de experimentar também o TRADICIONAL STROGONOFF, comida típica Russa, e que eu só descobri quando cheguei lá! Tivemos que ir comer em um típico restaurante, que também era a coisa mais linda do mundo! Super antigo, um ambiente super aconchegante.. Amamos! A comida e o lugar também! haha


E então, no nosso último dia a tarde, fomos para um lugar também conhecido como a perdição dos turistas que gostam de trazer lembrancinhas pra casa! Um mercadão de souvenirs, que é a coisa mais LINDA! Já ela em sim é lindo de viver!

Era como uma "25 de Março" versão souvenirs russas, cheio de barraquinhas espalhadas e pessoas fazendo desconto em tudo! haha E é claro, que eu fui a falência! Principalmente quando achei as famosas "Bonequinhas Russas", ou Matrioskas! Aquelas que tem um monte de bonequinhas dentro da outra, que você que já é grande, passa tempo brincando! 

As matrioskas são as tradicionais bonecas russas feitas de madeira e com múltiplas figuras no seu interior, ou seja, a mesma boneca em tamanhos diferentes e que encaixam umas dentro das outras. As matrioskas transportam a ideia intrínseca de maternidade e fertilidade, uma vez que são um símbolo da terra russa. O fato das bonecas mais pequenas saírem do interior das maiores simboliza o ato de uma mãe dar à luz uma filha, e a filha dar à luz outra filha, e assim sucessivamente. E até de líderes políticos e pessoas famosas encontramos Matrioskas! haha


E não menos importante, e tão lindo quanto (se não for mais): Os ovos de Páscoa mais caros do mundo! haha
Os ovos Fabergé são obras-primas da joalharia produzidas por Peter Carl Fabergé e seus assistentes no período de 1885 a 1917 para os czares da Rússia. Os ovos, cuidadosamente elaborados com uma combinação de esmalte, metais e pedras preciosas, escondiam surpresas e miniaturas encomendados e oferecidos na Páscoa entre os membros da família imperial. Fabergé fabricou cerca de 50 exemplares entre 1885 e 1917, alguns deles desaparecidos até hoje. Juro, é uma das lembranças mais lindas que eu trouxe de algum país. Comprei um, porque mesmo sendo imitação, era caro! hehe... E depois minha mãe quase pegou de mim, de tanto que gostou! Quem sabe um dia se eu voltar...  

E enfim, foi isso que a Rússia nos proporcionou. Amei o passeio, todos os dias foram incríveis! Mais incrível ainda era contemplar de pertinho os locais que foram sedes de fatos importantes da história. Sensacional! E melhor ainda! Não foi uma viagem que eu gastei tanto! A Rússia comparada com outros países é bem barata, e claro, nós economizávamos em tudo! (Tirando as lembrancinhas) hihi

GA$TOS

Ticket Bolshoi: R$48
Entrada Kremlin: R$8
Ovo Fabergé: R$28
Matrioska (5 bonecas): R$29
Strogonoff: R$35
Hostel (3 dias): R$71
Vôo Londres-Moscow: R$200


E para terminar, eu só tenho a agradecer a Deus por esse presente maravilhoso! Mais um sonho realizado... Na verdade, algo que eu nem imaginava que seria possível! Mas, quem acredita, sempre alcança..! Russia, já estou com saudades! Quem sabe um dia eu volto?
Beijoos, e até a próxima!